Fale Conosco+55 (49) 99804-4550
Postado em 14 de Setembro de 2020 às 15h09

PAPO DE PROFISSA: Você sabe como aumentar a intensidade de seus agachamentos?

Corrida (28)
  • Vidas Corridas -

Agachamento combinado com salto - Uma estratégia de força para corredores!

Já sabemos que o agachamento é o exercício mais utilizado para treinos de força devido à sua alta capacidade de recrutar mais fibras musculares. O que muita gente ainda desconhece é que podemos aumentar a intensidade do agachamento sem utilizar nenhum equipamento ou peso extra, apenas combinando o agachamento com salto.

A corrida é considerada um treino de força porque o simples fato de correr já é um treino de salto. Entretanto, os treinos de agachamentos precedidos de saltos incluem um componente muito desprezado pelos corredores: a frenagem dos movimentos.

A fase de desaceleração de carga ou frenagem é quando o corpo recebe o peso corporal após o salto, caracterizado como queda ou amortecimento. Esse amortecimento, quando bem realizado, tem um poder incrível de gerar acúmulo de carga, armazenar energia e devolver, simulando um estilingue que transforma energia acumulada em velocidade após ser esticado.

Vale salientar que apesar de ser um exercício seguro e um movimento comum, o salto requer alguns cuidados e atenção para evitar lesões. É necessário que o praticante tenha articulações, ligamentos e cartilagens saudáveis, além de não desprezar a preparação corporal que antecede o treino. Isso irá assegurar que o exercício possa ser realizado com segurança. Sempre procure um PROFISSIONAL CAPACITADO para orientar seus treinos e prescrever suas progressões. Cada pessoa possui características individualizadas que devem ser respeitadas.

Veja alguns benefícios que você pode estar está deixando de ganhar ao não praticar o agachamento com salto:

Aumento na força de membros inferiores;
Redução na absorção de carga durante a corrida;
Melhora no componente proprioceptivo do tornozelo, joelho e quadril;
Fortalecimento de extensores e flexores do tornozelo, joelho e quadril;
Aumento na potência das pernas;
Redução na sobrecarga lombar;
Aumento na força de propulsão.

E aí, está convencido?

Ricardo Bombom

Vidas Corridas Ricardo Bombom Especialista em Fisiologia e Biomecânica do exercício físico - Faculdade Inspirar Especialista em Fisiologia e Biomecânica avançada do exercício físico -...
  • Especialista em Fisiologia e Biomecânica do exercício físico - Faculdade Inspirar
  • Especialista em Fisiologia e Biomecânica avançada do exercício físico - Univali
  • Especialista Biomecânica aplicada a capacitação profissional e atuação na área de treinamento e reabilitação - Univali
  • CREF:14898-G/SC


 



Comentários!

Comentários

Seja o primeiro a comentar! : )

Veja também

PAPO DE PROFISSA: A importância da velocidade crítica para corredores!06/07/20Você sabe o que é velocidade crítica? A velocidade crítica é a maior velocidade que um indivíduo consegue manter por um período de tempo, maior do que 20 minutos, mas geralmente menor do que 40 minutos, pois fisiologicamente não é estável. Essa variação no tempo entre 20 e 40 minutos se dá por alguns motivos que vou destacar a seguir: 1. Variação da quantidade e......
PAPO DE PROFISSA: Como evitar lesões? 18/05/20Todo corredor vai em algum momento apresentar uma ou mais lesões Frequentemente recebo no consultório corredores que seguem a cartilha corretamente de treinamento porém aparece aquela dor indesejada ou aquela lesão justamente pré competição. Muitos me perguntam: como não ter......
Papo de Profissa - Dr. Wilton Eckert15/06/20REMÉDIOS PARA EMAGRECIMENTO X DOENÇA CARDÍACA Tenho certeza que boa parte das pessoas que praticam a corrida tiveram como estímulo a necessidade de redução do peso e melhorar a qualidade de vida. Por esse motivo, resolvi trazer aqui o exemplo, de um caso real, que não deve ser......

Voltar para Blog

  • Vidas Corridas -