Fale Conosco+55 (49) 99804-4550
Postado em 30 de Outubro de 2020 às 14h25

PAPO DE PROFISSA: Técnicas de execução para treinamentos de força!

  • Vidas Corridas -

Há um componente fundamental para garantia de eficiência e segurança dos exercícios físicos, mas que costuma ser desprestigiado na academia: A TÉCNICA DA EXECUÇÃO.

Os praticantes se preocupam mais com o tipo de exercício, a carga utilizada, o número de séries e repetições, mas como eles garantem que a técnica e execução está adequada? As respostas por vezes assustam: consultar o aplicativo fitness no celular, ou assistir os vídeos na internet ou mesmo só pedindo para o professor dar uma “lembrada”, do tipo: Leg Press é aquele que a gente senta e empurra o peso com as pernas, né ?

O profissional de Educação Física deve demostrar, utilizar analogias, ajustar, e dar feedback para que seu cliente tenha alguma autonomia e o movimento seja
“Limpo“, seguro e atenda o objetivo proposto.

Sempre defendi a ideia de que todo profissional que trabalha nessa área deve ser PRATICANTE regular de exercícios físicos para que sinta na própria pele todas as nuances, sensações e parâmetros de progressão envolvidos com aquela atividade.
Além de que, todos gostam de ser corrigidos e ter atenção para executar com eficiência o movimento. É muito bom se sentir cuidado por alguém que se importa com você. E junto conseguimos bons resultados e sem perda de tempo e nem causar lesões.

Já entre os motivos que os praticantes não atentam para a técnica de execução, destacamos: pressa para terminar, pouca consciência corporal, falta de supervisão profissional, equipamento ou acessório não ajustado para suas dimensões corporal e até a VAIDADE . Por incrível que pareça, algumas pessoas insistem em treinar com uma intensidade além da sua capacidade individual e adotam uma técnica sofrível, achando que assim vai impressionar alguém.

Outra situação muito frequente e que também pode comprometer os resultados de quem faz exercícios: o EXCESSO DE INFORMAÇÕES, detalhes e recomendações, acompanhadas de ameaças de lesões caso execução fuja de um padrão rígido. Essa abordagem pode provocar insegurança, dependência e medo de progredir e levar a desistir do treinamento.

Enfim, tanto a Ciência quanto a pratica diária já demonstraram que a técnica adequada de execução contínua é um dos requisitos básicos para bons resultados. Então busque uma orientação adequada, de profissionais competentes e capriche nos exercícios enfatizando: CONTROLE, AMPLITUDE, ESTABILIDADE E INTENSIDADE coerente com sua aptidão física.

BONS TREINOS!!!

  • Vidas Corridas -
  • Profª Ed. Física, Formada Faculdade Dom Bosco Brasília;
  • Pós Graduada Fisiologia, Exercício, Treinamento personalizado com corredores e amadores;
  • Profª Ciclismo Indoor;
  • Corredora amadora;
  • CREF 017728-G/SC.

Comentários!

Comentários

Seja o primeiro a comentar! : )

Veja também

Série - ALÉM DA CORRIDA!22/01/20PARTE 1 - VOCÊ PERIODIZA SUA TEMPORADA? A periodização é a divisão das cargas de treino durante a temporada de forma a promover o alcance de nosso nível máximo de condicionamento atlético na prova alvo. É o roteiro para chegarmos ao nosso destino, ou seja, é o quê, quando e como fazer. Periodizar permite que o treinador e o atleta sejam mais objetivos. Ajuda a evitar......
PAPO DE PROFISSA: Controlando a ansiedade em tempos de Pandemia08/04/20Psicologia do esporte e o controle da ansiedade dos corredores Olá, Corredores! Espero que você e seus familiares estejam saudáveis, seguros e fazendo sua parte para "achatar a curva" de contágio da pandemia. Apesar da minha formação acadêmica em......
PAPO DE PROFISSA: EXERCÍCIO FÍSICO E SAÚDE MENTAL18/05O que você sabe sobre a relação entre exercícios físicos e saúde mental? Olá, Corredores! Muitas vezes a diferença entre se ter uma informação e aplicá-la – obtendo-se melhores resultados com ela - está no nível de compreensão que se tem sobre essa......

Voltar para Blog

  • Vidas Corridas -