Fale Conosco+55 (49) 99804-4550
Postado em 29 de Junho de 2020 às 14h47

PAPO DE PROFISSA: O que é Pliometria

Saúde (21)
  • Vidas Corridas -

Para que serve o exercício de Pliometria?

Pliometria é uma forma de exercício que busca a máxima utilização dos músculos em movimentos rápidos e de explosão. Seu conceito baseia-se na exploração do músculo em sequências de contrações excêntricas e concêntricas buscando a otimização do mesmo.

As ações dos músculos em práticas de esforços rápidos se assemelham ao comportamento de uma mola, contraindo-se e liberando sua força acumulada. Os exercícios pliométricos buscam a consciência do praticante da melhor forma de utilização desta impulsão de força, permitindo aprimorar as técnicas de salto, muito utilizado na corrida.

Os exercícios pliométricos são conhecidos por aumentar o desempenho esportivo e ultimamente tem recebido atenção da mídia e das academias de ginástica. Em geral, o termo “pliometria” se refere ao tipo de treinamento com saltos ou lançamentos que são designados para aumentar a potência muscular do indivíduo.

Embora seja uma forma prática e até mesmo divertida de se aumentar a forma física, muitas pessoas não têm a consciência de como os exercícios pliométricos podem ser perigosos. Lesões podem ocorrer se medidas de segurança não forem tomadas, além da técnica apropriada e a progressão do treinamento. Caso contrario será fácil atingir o estágio de “overtraining” durante o treinamento pliométrico.

Subir e descer rapidamente uma escada com velocidade adequada e com intensidade, já se trata de um exercício pliométrico, pois trabalha a contração e o alongamento do músculo de forma sequenciada, buscando a força máxima em um menor período de tempo. Também não é necessário o uso de pesos para a execução desta atividade, podendo-se usufruir do peso do próprio corpo como sobrecarga.

A inclusão de exercícios pliométricos dentro de um programa de treinamento físico tem como objetivo o aumento do desempenho atlético, portanto necessita de cuidado e planejamento. Três aspectos precisam ser observados:

01) a escolha dos exercícios pliométricos a serem utilizados deve refletir as demandas específicas da modalidade esportiva. por exemplo, um lutador de boxe precisa de força–rápida do troco e braço, portanto se beneficiara de exercícios como flexões de braço em queda.
02) a pliometria deve estar integrada com o programa geral de treinamento do atleta.
03) o domínio técnico dos exercícios é fundamental.

Em geral, na maior parte da literatura disponível, um programa de pliometria deve durar entre 8 a 10 semanas, com 02 seções semanais de treino. A integração entre o treino pliométrico e o treinamento de força é o mais importante. Não adianta utilizar os exercícios pliométricos como treinamento inicial para se "entrar em forma”, por exemplo. É necessário um nível básico de força antes para que a pliometria tenha o efeito desejável.

Portanto, a pliometria é utilizada a fim de melhorar a força e o condicionamento e facilitar a especificidade do desempenho esportivo (Davies, Riemann, Manske, 2015). Atualmente, as investigações sobre o efeito do treinamento pliométrico (TP) enfatizaram a prevenção de lesões, como a do ligamento cruzado anterior (Myer et al., 2006). Acredita-se que o motivo para o treinamento pliométrico melhorar também o desempenho funcional, está relacionado com o efeito combinado da força e aumento de velocidade, que gera uma maior produção de energia.

Fica a dica... e procure sempre um PROFISSIONAL ESPECIALIZADO para orientar seus treinos.

Bons treinos !!!

  • Vidas Corridas -

Simone Perdigão

  • Profª Ed. Física, Formada Faculdade Dom Bosco Brasília;
  • Pós Graduada Fisiologia, Exercício, Treinamento personalizado com corredores e amadores;
  • Profª Ciclismo Indoor;
  • Corredora amadora;
  • CREF 017728-G/SC

Comentários!

Comentários

Seja o primeiro a comentar! : )

Veja também

PAPO DE PROFISSA: Lesões do joelho, causas e tratamentos!21/09/20Dor no Joelho? Já tivestes alguma dor no joelho durante a corrida? Nunca? Bom, estatisticamente falando, em algum momento vais ter. As lesões em corredores acometem de 20 a 79% dos atletas, sendo a maioria delas no joelho. Mas calma, muita calma. A maioria das dores no joelho do corredor são diagnosticáveis e tratáveis. E como eu avalio isso? Primeiramente é importante determinar......
PAPO DE PROFISSA: Saiba por que você deve fazer o exame cardiológico!17/08/20Avaliação cardiológica para a prática de exercícios Você já se perguntou se está apto e não apresenta risco cardiovascular para realizar atividade física? Você sabia que algumas doenças cardíacas genéticas evoluem de forma assintomática e......
PAPO DE PROFISSA: Exercícios na forma livre, são mais eficientes, saiba por quê?20/04/20A ciência comprova: exercícios na forma livre, sem uso de aparelhos, são mais eficientes. Exercícios livres são exercícios multiarticulares (exercícios que movimentam mais de uma articulação quando executados). Os exercícios livres contam com respaldo de pesquisas recentes que confirmam sua......

Voltar para Blog

  • Vidas Corridas -