Fale Conosco+55 (49) 99804-4550
Postado em 18 de Maio às 08h31

PAPO DE PROFISSA: Como evitar lesões?

Corrida (25)
  • Vidas Corridas -

Todo corredor vai em algum momento apresentar uma ou mais lesões

Frequentemente recebo no consultório corredores que seguem a cartilha corretamente de treinamento porém aparece aquela dor indesejada ou aquela lesão justamente pré competição. Muitos me perguntam: como não ter mais isso? De fato, estatisticamente falando, todo corredor vai em algum momento de sua carreira, apresentar uma ou mais lesões. Faz parte do “jogo”. Mesmo assim, ao pesarmos numa balança os riscos e benécias que a corrida nos traz, é indiscutível a quantidade enorme de benefícios.

Sendo assim, o que eu posso fazer para prevenir, ou ao menos atenuar e permitir o retorno ao jogo o mais breve e de forma salutar? E ainda mais, se eu tive determinada lesão, como evitar que a mesma recorra? Um dos maiores desafios que o profissional de saúde tem perante a um atleta, é não apenas auxiliar com a cura da injúria, mas permitir o atleta voltar à sua melhor performance, e muitas vezes permitir o treino mesmo durante a fase de recuperação. Seria como trocar o pneu com o carro em movimento. Desafiador porém, com equipe multidisciplinar e o bom entendimento do atleta, muitas vezes é possível não apenas recuperá-lo como fazê-lo voltar mais forte.

Um dos maiores aspectos nesse sentido, que eu sempre discuto em consultório, são os suportes ao treino. Sabemos que o treinamento alvo do corredor é simplesmente correr. Sua planilha é isso, e obviamente é o que ele ou ela mais gostam de fazer. Mas defendo muito os treinos resistidos como coadjuvantes, sejam funcionais ou a musculação convencional. Além disso, os treinos educativos e de correção biomecânica e medidas de recovery de acordo com o volume e intensidade adequados são extremamente importantes. Traduzindo e exemplificando: se estou inscrito para uma maratona, e terei um volume semanal de 60 a 80 km, correspondendo a pelo menos 6 horas de treino de corrida por semana, recomendo fortemente dedicar pelo menos mais 3 horas a treinos assessórios e recovery. Atletas de alto rendimento têm fisioterapia preventiva na planilha!

Sendo assim, mesmo que não estejas lesionado, ache um bom equilíbrio entre a parte legal da corrida que é correr e a parte necessária, porém muitas vezes nada atrativas que são as medidas de suporte. Especialmente se você é um ou uma atleta que busca performance e novos desafios.

Vamo que vamo!

  • Vidas Corridas -

Daniel Carvalho

  • Médico Ortopedista e Traumatologista com pós graduação em medicina do exercício e do esporte. 
  • Triatleta amador.
  • Coordenador da residência médica de Ortop do regional.
  • Professor da graduação de medicina da Unisul.
  • Sócio proprietário do Centro Winner.

Comentários!

Comentários

Seja o primeiro a comentar! : )

Veja também

Atleta Elisa Lamego retorna os treinos!18/07/19Elisa Lamego retoma os treinos após ficar um mês com Chikungunya. Elisa Lamego do Rio de Janeiro, integrante da seleção skyrunningbrasil de 2018 e 2019 é atleta de montanha apoiada pela Vidas Corridas e Salomon Brasil. Elisa mantém uma rotina de treinos e alimentação inusitados: é adepta do estilo de vida e alimentação higienista frugívoro. (Para quem quiser entender mais, só dar um pulo no perfil dela no......
A importância dos longões nos treinos19/01/19 Tem aqueles que amam os fins de semana por conta dos longões, mas tem, também, os que não podem nem pensar em fazer esses treinos de maior rodagem. Fato é que as corridas longas e contínuas são de extrema......

Voltar para Blog

  • Vidas Corridas -